Jovens vicentinos de todo o Brasil visitarão lixão de Brasília

Atividade faz parte da programação do Encontro Nacional da Juventude

0
Lixão da Estrutural é o maior da América Latina

Em vez de uma sala de palestras, o lixão de Brasília (DF) será a sala de aula das lideranças jovens vicentinas, que participam do Encontro Nacional da Juventude, entre os próximos dias 26 e 28 de maio. A organização quer que os participantes conheçam de perto o drama das pessoas que trabalham no local, muitas das vezes em situações sub-humanas, em busca do pão de cada dia. Atualmente, 22 Conferências vicentinas da área do Conselho Metropolitano de Brasília dão assistência na Estrutural, como é conhecida a favela que cresceu em torno do lixão.

A coordenadora nacional de Jovens, consócia Érika Ázara, informa que todos os 34 Conselhos Metropolitanos do Brasil enviarão representantes para o encontro, que terá formações do padre lazarista Alexandre Nahass Franco (assessor Espiritual do Conselho Nacional do Brasil), dos próprios membros da Coordenação Nacional da Juventude (CNJ) e do confrade Willian Alves, delegado internacional da Juventude Vicentina.

Sobre a proposta de levar os participantes para o lixão, Érika explica que eles vão almoçar no local, além de terem a experiência de conhecer uma favela. “Vai ser um encontro bem vivencial. Vamos aprofundar na espiritualidade e carisma vicentinos de viver a pobreza. A experiência do amor ao Pobre e do contato fortalecem e perpetuam a vocação dos jovens. A gente quer dar um gás, e aprofundar em como a gente pode servir melhor os nossos Pobres nos dias atuais”.

Ao final do evento, a coordenadora nacional espera que os participantes voltem para as bases motivados a fazer a diferença nas vidas dos Pobres. “Que eles levem novas soluções de assistência, porque este é o principal papel da SSVP. Se não formos especialistas e não melhorarmos a nossa assistência, eu entendo que a gente está fadado a cair e enfraquecer o movimento. A gente quer fortalecer este pilar que é da promoção social”.

Os presidentes de Conselhos Metropolitanos também poderão participar.

Além da experiência no lixão, os participantes vão debater questões de como expandir a SSVP no meio da juventude e de como manter o jovem na instituição. “Não enchemos o encontro de palestras. A nossa ideia é ter de fato um momento para pensarmos juntos. Estaremos reunidos com as principais lideranças do Brasil. A gente quer ouvi-las, entender as Regiões, diagnosticar e traçar planos de ação”, conclui Érika.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta