“Fizemos muitos golaços nesse primeiro ano”, afirma presidente internacional da SSVP

0
Confrade Renato Lima, presidente-geral da SSVP

Se a administração do Conselho Geral Internacional fosse comparada a uma partida de futebol, na opinião do confrade Renato Lima de Oliveira (presidente-geral), os vicentinos teriam mais motivos para comemorar do que lamentar. Foram dribladas as dificuldades, mandadas para escanteio as desmotivações, feitos bom lançamentos e ataques contra as pobrezas e, ao final, a partida concluída com “muitos golaços”, conforme citação do próprio presidente.

A relação com o futebol representa a brasilidade de Renato, o primeiro brasileiro assumir a presidência internacional da instituição. Ele tomou posse em 9 de setembro de 2016. Passado o primeiro ano, em entrevista exclusiva ao site SSVPBRASIL, ele faz um balanço desses 365 dias na condição de novo ‘técnico’ da ‘Seleção Vicentina’.

SSVPBRASIL – Quais eram as expectativas e preocupações do confrade Renato Lima em 8 de setembro de 2016, um dia antes da eleição do CGI? E quais são as expectativas e preocupações do confrade Renato Lima hoje, um ano após ser eleito presidente internacional da SSVP?

Confrade Renato Lima – Quando fui eleito, a primeira coisa que veio à minha mente foi uma pergunta: como vou dar conta de tamanha responsabilidade? Mas Deus está sendo muito generoso comigo ao presentear-me com uma diretoria internacional muito capaz, e uma safra de presidentes nacionais muito comprometida. Além do mais, conto com o apoio profissional de excelentes funcionários da sede de Paris. Assim, com toda essa ajuda, temos levado adiante nosso planejamento estratégico para o mandato atual. Hoje, minhas preocupações maiores são as seguintes: manter os avanços conquistados por meus antecessores, e dinamizar o Conselho Geral para as próximas décadas. O CGI precisa estar mais perto dos países, apoiando-os e prestando-lhes serviços, sendo um verdadeiro farol para o futuro.

SSVPBRASIL – Passados quase 365 dedicados ao Conselho Geral Internacional, o confrade acredita que tenha mais motivos para comemorar ou se lamentar por falhas cometidas?

Confrade Renato Lima – Evidentemente, somos humanos e cometemos muitos erros. Mas creio que, de uma maneira global, fizemos muitos golaços nesse primeiro ano. Posso aqui destacar a criação da Ouvidoria-Geral, o estabelecimento de uma nova Vice-presidência Territorial para a Oceania, o lançamento do Projeto “SSVP Plus”, novos acordos de cooperação e convênios internacionais com entidades beneméritas ou filantrópicas, atualização da missão, visão e valores, e a criação do Fundo Internacional de Solidariedade (FIS), entre outras iniciativas. Temos avançado bastante na área de formação e comunicação. Nesse primeiro ano, pude visitar 16 países. O Projeto Temático Internacional “2017: Ano de Bailly” também está sendo um grande sucesso. São muitos elementos a comemorar.

Logo comemorativa do primeiro ano de mandato
Logo comemorativa do primeiro ano de mandato

SSVPBRASIL – O que mudou na administração internacional da SSVP no seu mandato?

Confrade Renato Lima – O ‘jeito brasileiro’, creio, é a marca da gente em qualquer aspecto. Somos um povo aberto, mais diplomático, mais conciliador. Tenho levado essa característica brasileira para Paris e para o processo de tomada de decisão no âmbito do Conselho Geral. As reuniões da diretoria são mais dinâmicas e descontraídas. Usamos camisetas, em vez de terno e gravata. Somos mais informais no relacionamento entre as pessoas. Penso que esse seja um aspecto forte do nosso mandato. E outra coisa: o lema que escolhi para nos guiar até o final do mandato (“Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos” – São Marcos 9, 35) é uma lembrança permanente de que somos dirigentes/servidores, e que a humildade deve ser a marca de todos nós. Estamos aqui para servir e contribuir com o crescimento do Conselho.

SSVPBRASIL – Diretamente, alguma ação impactou de forma positiva os vicentinos brasileiros?

Confrade Renato Lima – Todas as ações do Conselho Geral impactam, igualmente, a todos os Conselhos Superiores ou Nacionais. Efetivamente, sobre o Brasil, temos aproveitado as boas práticas que aqui são adotadas, e levamos essas ideias para o CGI. Para a diretoria, convidei 15 brasileiros para colaborarem em várias Comissões e serviços. Nunca houve tantos brasileiros trabalhando na estrutura do Conselho Geral. Este mandato, comigo, é uma janela de oportunidades para o Brasil mostrar sua pujança para o planeta. Precisamos dos talentos dos vicentinos brasileiros! Podem contar comigo, assim como eu sei que posso contar com o Brasil vicentino!

SSVPBRASIL – O senhor é o primeiro brasileiro a assumir o posto de presidente-geral e insere o Brasil na história internacional da instituição. O apoio dos confrades e consócias do país tem sido importante na sua caminhada?

Confrade Renato Lima – Sinto, bem perto do meu coração, as orações feitas na minha intenção. As mensagens que eu recebo por e-mail e pelas redes sociais, o apoio dos meios de comunicação vicentinos do Brasil, a parceria com a Família Vicentina, os convites para participar de diversos eventos pelo país, tudo isso indica que temos um grande apoio no Brasil. O Conselho Nacional é nosso grande parceiro. Mas quero deixar bem claro que eu não sou nenhum pop star ou celebridade. Sou o mesmo confrade Renato Lima de Oliveira, da Conferência Nossa Senhora de Fátima, e que há 32 anos faz parte dessa “rede de caridade”.

 

SSVPBRASIL – Quais são os projetos para os próximos 365 dias?

Confrade Renato Lima – O planejamento estratégico do Conselho Geral Internacional para este mandato, até 2022, é composto por 10 itens. Portanto, não somente para os próximos 365 dias, mas, sobretudo, até o final do mandato, estaremos trabalhando para atingir todas as metas estabelecidas, obviamente com o apoio de todos os Conselhos Nacionais pelo mundo. Cada meta possui um vicentino responsável, e cada ano vamos avaliando o grau de atingimento de cada uma. Creio que o Projeto “SSVP Plus”, que consiste em levar a SSVP aos 60 países em que ela ainda não chegou, é uma das prioridades para 2018, juntamente com a realização do 2º Encontro Internacional de Jovens da SSVP, em Salamanca, Espanha. Também vale registrar que iremos declarar 2018 como “Ano Internacional de Lallier”.

SSVPBRASIL – Nesta semana, celebra-se a memória litúrgica do bem-aventurado Antonio Frederico Ozanam. Os vicentinos do mundo todo aguardam a canonização do principal fundador da SSVP. Recentemente, o confrade chegou a declarar que ela aconteceria em breve. E agora, quais são as novas informações?

Confrade Renato Lima – O que eu tenho dito sempre, repito aqui também: sinto, no meu coração, que a canonização de Ozanam está bem próxima. Digo isso, pois os quatro casos em análise pelo Vaticano são muito fortes. O padre Giuseppe Guerra, da Congregação da Missão, italiano, é o responsável pela causa da canonização. Ele é muito preparado e está cuidando de todos os detalhes de cada possível milagre, ocorridos no Brasil, Portugal, Venezuela e Escócia. No dia 14 de outubro, durante o Simpósio da Família Vicentina em Roma, iremos entregar ao papa Francisco um dossiê sobre a canonização. O que eu peço a todos os vicentinos do Brasil é que sejam, de fato, devotos de Ozanam, e confiem a ele suas vidas, suas famílias, seus empregos, sua saúde e suas inquietudes.

 

SSVPBRASIL – Aberta. Pode completar com a informação que julgar necessária.

Confrade Renato Lima – O Conselho Geral Internacional foi fundado em julho de 1839, sob a presidência do confrade Emmanuel José Bailly de Surcy, 1º presidente-geral, mas a primeira reunião oficial do CGI ocorreu em fevereiro de 1840. Portanto, em 2019, estaremos celebrando os 180 anos do Conselho Geral. Sugerimos que todos os vicentinos do mundo visitem, com regularidade, a página web do CGI (www.ssvpglobal.org), que também se encontra em processo de modernização, com vistas a conhecer melhor as ações em marcha e os projetos em desenvolvimento pelo Conselho Geral Internacional. O CGI também está nas redes sociais (Twitter, Facebook e YouTube). Esperamos sua visita!

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta