Brasileiros repetem peregrinação de Ozanam

0
Brasileiros em Assis. Da esq. p/ dir.: padre Inácio, Maria José, Valter, Elaine, Cristiane e Samuel

Há muitos brasileiros já na Itália aguardando o Simpósio Internacional da Família Vicentina, previsto para ser iniciado nesta quinta (12). Enquanto o evento não começa, eles usam o tempo livre para conhecer pontos turísticos relacionados ao catolicismo. Nessa terça (10), um grupo esteve em Assis, cerca de 170 quilômetros de distância de Roma. Eles repetiram a peregrinação que Antonio Frederico Ozanam (1813-1853), o principal fundador da SSVP, costumava fazer quando ia ao Vaticano e aproveitava a viagem para chegar até a terra natal de São Francisco de Assis.

Interior da Basílica de São Francisco de Assis
Interior da Basílica de São Francisco de Assis

Em cartas, Ozanam descrevia a emoção de estar na cidade. “Vê-se revelada na Assis de São Francisco uma admirável pureza, uma perfeita humildade e uma caridade ardente que empresta à própria luz algo de calor”, diz um dos registros. Em outro, o principal fundador da Sociedade de São Vicente de Paulo comenta que a viagem servia para o fortalecimento da fé dele. “Em Assis, compreendi que São Francisco viveu para os Pobres, e em cuja linguagem pregava, sendo verdadeiramente o pai de toda pintura, assim como da eloquência e da poesia italianas. Assis: jamais peregrinação foi para mim cheia de maiores doçuras”.

A cidade de Assis é um tradicional roteiro turístico italiano, porque foi onde nasceu São Francisco de Assis. Ele fez voto de pobreza e tornou-se um popular santo da Igreja Católica por dedicar a vida aos Pobres. Muitos movimentos de caridade foram inspirados nele, a exemplo da Ordem Terceira Franciscana. Ozanam foi membro desta Ordem.

Consócia Maria José
Consócia Maria José

Estar na cidade é motivo de muita emoção para a consócia Maria José de Castro, membro da Conferência Santo Elias, na área do Conselho Metropolitano de Brasília (DF). Ela ganhou a viagem de presente do irmão. “Foi algo fantástico estar em Assis, um lugar onde Ozanam gostava de ir. Senti uma paz interior muito grande. Todas as igrejas são lindas; cada uma tem uma beleza especial. Eu nunca imaginei que pudesse ter esta oportunidade na vida”.

Também participou da peregrinação o padre Inácio Kriguer, atual assessor Espiritual do Conselho Central de Sorocaba (SP). É a segunda vez que ele visita Assis e cada viagem serve para fortalecer a fé dele. “A emoção é muita porque estou no lugar daquele que

Padre Inácio
Padre Inácio

procurou seguir radicalmente o ideal de Jesus, que é cuidar e estar ao lado dos Pobres, e ser como Jesus um pobre. A gente sabe que Frederico Ozanam aprendeu certamente muito da vida de São Francisco ao fundar as Conferências Vicentinas, também inspirado por outro importante santo, São Vicente de Paulo”. Conclui. “É uma alegria estar na terra de São Francisco, no lugar onde Ozanam gostava de passar uns dias. Na visita ao Papa, ele dava uma esticadinha até Assis para refazer as suas forças e buscar inspiração para estar sempre melhor a serviço dos Pobres, dos mais necessitados. A gente vem com este mesmo intuito: de querer beber desta espiritualidade, desta sabedoria que vem dos Pobres”.

Fonte: Redação do SSVPBRASIL

Comente pelo Facebook

Deixe uma resposta